Menu
OS + RECENTES!


Após ver essas dicas você vai correr para a loja de materiais de construção mais próxima e comprar um pacote de cimento, literalmente colocar a mão na massa, e fazer esses charmosos vasinhos de concreto! Considerando que um pacote com 50kg de cimento custa em média 17 reais, é possível fazer até 50 vasinhos com apenas 1 pacote! Gostou? Além de ter os vasos em sua casa, gastando pouco, quem sabe você não decide ganhar uma grana produzindo e vendendo para os amigos!


0


Peça chave no conceito escandinavo, o maxi tricot invadiu a decoração em 217 e será a grande tendencia de 2018! Querem apostar? Nunca se falou tanto em decoração nos últimos tempos, perceba que as lojas estão investindo em design, conceitos, e tendencias de decor, talvez inspiradas nas milhares de imagens salvas no Pinterest, a rede social que tornou a decoração algo fácil e acessível! Quer saber como usar? Veja algumas imagens que selecionei e inspire-se!


0


Conquistar um marido está entre as suas metas para 2018? Provavelmente já ouviu da sua mãe ou daquela tia doida para desencalhar, que marido se conquista pelo estômago, e só quem já conquistou pode afirmar! Eu afirmo!
A receita de hoje é uma indireta bem direta para o candidato a vaga no seu coração! Bolo pega marido! É bem fácil de fazer!

INGREDIENTES
1 lata de leite condensado
400ml de leite integral
1 vidro pequeno de leite de coco
1 lata* de farinha de trigo
1/2 medida da lata* de açúcar
3 ovos grandes inteiros
3 colheres (sopa) de margarina
(*medida da lata de leite condensado)

COBERTURA
1 vidro de leite de coco
2 colheres (sopa) de açúcar
1 pacote de coco ralado

MODO DE PREPARO
Bata todos os ingredientes no liquidificador, coloque em uma fôrma com furo no meio untada e enfarinhada. Leve ao forno médio (200°C) até dourar, de 30 a 60 minutos, depende do tamanho do forno. Faça o teste do palito para para ver se assou por completo antes de retirar do forno. Enquanto espera esfriar faça a cobertura. 
Para a cobertura, leve ao fogo o leite de coco, o açúcar e o coco ralado. Mecha bem para não queimar! Deixe ferver e coloque quente sobre o bolo. O bolo não fica com consistência de um bolo comum, por isso não vai fermento!


Se você fizer essa receita poste uma foto no Instagram com a hashtag #oquetemnobau ou marque a gente na foto! Vamos adorar ver!


0


Segundo o feng shui(técnica milenar chinesa que edifica e aproveita toda energia positiva que circula no lar), as samambaias absorvem energias negativas, além de filtrar e umidificar ar do ambiente onde ela está. E devido a esse "poder", elas estão ganhando cada vez mais espaço na decoração de casas apartamentos e na ornamentação de ambientes comerciais.

Ela é uma planta que acrescenta volume e muito verde, devido ao exuberância de folhas. Ideal para quem quer transformar qualquer cantinho em uma mini floresta. Veja algumas dicas de como usar samambaia na decoração!



Arroz é uma coisa que sempre sobra aquele restinho que vai parar em um potinho na geladeira, ou infelizmente no lixo. Não sei vocês, mas eu amo bolinho de arroz, então vou juntando esses restinhos e na sexta feira, que sempre tem aquela cervejinha com algum aperitivo, o bolinho de arroz é um dos favoritos no cardápio. Essa receita encontrei no GShow, e adaptei ao meu gosto.

INGREDIENTES
2 xícaras (chá) de arroz cozido e processado
1/2 xícara (chá) de leite
1 xícara (chá) de farinha de trigo
2 ovos
1 colher (sopa) de molho inglês
2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado
1/2 xícara (chá) de cebolinha verde picada
1/2 xícara (chá) de salsinha picada
1 colher (chá) de fermento em pó
Óleo suficiente para fritar
Sal e pimenta calabresa a gosto


MODO DE PREPARO
Pegue uma travessa, misture o arroz, o leite, os ovos batidos, o molho inglês, o queijo parmesão, a salsinha, a cebolinha, a pimenta e o sal. Coloque a farinha aos poucos, até a massa dar consistência. A massa não pode ficar dura. Deixe a massa na geladeira por uns 30 minutos. Retire a massa e misture o fermento.
Para fritar aqueça o óleo em uma panela ou frigideira funda, naquela temperatura que ascende o palito de fósforo. Abaixe um pouco o fogo e vá colocando pequenas colheradas da massa para fritar. Deixe fritar de um lado e depois vire para dourar do outro. Deixe escorrer em papel toalha e sirva ainda quente!

As visitas vão amar! Ninguém diz que é sobra de arroz!


Arte não termina no primeiro olhar...

A crônica desta semana dará voz ao meu querido amigo Jésus Guilherme Moreira Filho, artista plástico, que comentará questões levantadas pelas manifestações contra algumas exposições e perfomances nas últimas semanas  e que, provavelmente, continuarão a ser debatidas. O que é ótimo para a democracia, para a arte e a sociedade. Censurar que não é democrático, como nos alertará Jésus. Suas palavras me ajudaram a entender as polêmicas destes episódios e acredito que gostarão também das reflexões que estão muito além da primeira impressão.

"Cruzando Jesus Cristo com o Deus Shiva", obra de Fernando Baril, 1996

Queermuseu

O banco Santander deveria ter sido firme e ter continuado a exposição até a data prevista e não cair nessa onda de ceder à pressão de gente que não é da área e não sabe do que está falando. E outra questão: em relação à pedofilia, à zoofilia não tem nada a ver. São obras que tratam, muitas das vezes, de situações de dominação, de religião, de poder. E por mostrar situações que remetem a essas situações não quer dizer que o artista está fazendo apologia. Você tem que conhecer o contexto de criação do artista.
A história da arte é carregada por sexo nas obras de artes até nas religiosas.
A obra Leda e o Cisne que vários artistas refizeram, por exemplo. Eles estavam fazendo apologia à zoofilia? Não. Eles estavam falando de mitologia.

Leda e o Cisne, por Michelangelo (esta obra não estava na exposição. É do século XVI)


A arte moderna nunca é de leitura superficial. Exige um pouco mais de quem está vendo.
E outra coisa: censurar jamais. A arte tem de ter liberdade. Talvez, faltou cautela ao museu.
O museu deveria ter cautela ao apresentar obras como estas, como muitos museus têm, mas proibir jamais.

É negativo associar questões polêmicas à homossexualidade?



Faz a sociedade pensar sobre estas questões. Quanto mais se fala sobre o assunto mais é desmistificado.
Quem vê as obras não a associa à homossexualidade a certas práticas. Pelo contrário como a obra de Adriana Varejão que trata da dominação pelo sexo.

Cena do Interior II


Perfomance X Crianças


A perfomance não era para criança. Foi uma situação que a mãe se sentiu segura em levar a criança que foi filmada e divulgada de forma descontextualizada. Se o pai acha adequado levar, leve. Eu acho muito bom levar porque criança precisa aprender a diferença do corpo feminino do corpo masculino. É preciso desmistificar. Agora você não pode esconder da criança que existe sexualidade. Falar sobre não é incentivar. Está  prevenindo e até educando de uma forma que ela possa se defender.


Performance La Bête, de Wagner Schwartz, no MAM

Construa você mesmo sua Capela Sistina


A Arte trata de questões relacionadas ao dia a dia. Também à religião, ao poder e ao sexo. O poder está ligado ao sexo. Já era esperada essa reação fundamentalista. O intuito dessas manifestações é perseguir minorias com a desculpa de que aquilo é pervertido.
Ele usa muitas imagens religiosas. E as pessoas ficam chocadas com ele usar essas imagens que não é nenhuma novidade.
A imagem de Jesus já foi retratada de várias maneiras: de cabelos loiros, de olhos azuis, na Europa. E foi muito questionada.
O questionamento é o caminho natural da cultura. Não vejo nada de agressivo a religião do outro. É um questionamento aos seus símbolos, à sua cultura.

Mas as imagens de Jesus, da cruz não pertencem a nenhuma religião específica. São imagens da nossa cultura cristã. Me assusta muito que não é nada de novo esse questionamento.  Pessoas que não frequentam museus, que não entendem nada de arte constranger quem vai. Se não quer ver, não vai.



Uma das obras de Pedro Moraleida que está na exposição no Palácio das Artes, BH