NOVIDADES

O que é, como consumir, e os efeitos da WHEY PROTEIN! Você sabe?



Quando se fala em suplementos alimentares, é muito comum a indicação entre amigos, e o uso descontrolado do produto, visando apenas os resultados e esquecendo-se completamente dos riscos e consequências deste ato. O mais comentado e usado nos dias de hoje é o whey protein, aquele coquetel que as pessoas usam durante ou minutos antes do treino. Pensando nisso, convidei meu amigo Gilmar Pena, Ergonomista, Educador Físico e proprietário da Academia Saúde & Vida, para explicar melhor o que é esse produto, como consumir, e quais os benefícios e riscos ele oferece.

"O whey protein é um suplemento composto em sua maior parte pela proteína extraída do soro do leite, além de carboidratos e gordura. O produto pode ser encontrado em formas como pó ou barrinhas. Existem diferentes composições do suplemento, que variam de acordo com a proporção de proteína, carboidratos e gordura. O whey protein concentrado, por exemplo, é o tipo que possui a maior quantidade de carboidrato e gordura, e cerca de 80% de sua fórmula é composta por proteína. Já o whey isolado tem 90% ou mais de proteína em sua composição. O tipo hidrolisado é mais refinado - ou seja, as proteínas são formadas por moléculas menores e, portanto, absorvidas mais rapidamente.

PARA QUE SERVE O WHEY PROTEIN - O whey protein pode servir para complementar as necessidades diárias de proteínas, aumentar a imunidade (imunoglobulinas), auxiliar na síntese proteica e outras funções. Em geral a whey protein veio para auxiliar a ingestão recomendada de proteínas diárias e minimizar o tempo perdido de uma ingestão de proteína sólida.

BENEFÍCIOS DO WHEY PROTEIN - Inúmeros são os benefícios do whey protein. De acordo com Terada e Colaboradores em seu estudo publicado na Revista Brasileira de Nutrição Esportiva no ano de 2009, três são os benefícios do whey protein em praticantes de exercícios com pesos. Uma maior facilidade para o ganho de massa muscular, favorecendo a recuperação e síntese proteica, redução da fadiga e aumento da lipólise (queima de gordura). Além do mais os benefícios que o whey protein nós trazem no cotidiano são o maior controle de proteína por porção, praticidade e controle de tipo de digestão.

MALEFÍCIOS DO WHEY PROTEIN - Tudo em excesso faz mal, com a proteína do soro do leite não é diferente. Em geral seguimos uma recomendação de ingestão de proteínas. Assim que o índivíduo ultrapassa a ingestão diária recomendada (IDR) começam a aparecer problemas. O grupo das proteínas é igual aos dos carboidratos e lipídeos em relação a conter átomos de carbono, hidrogênio e oxigênio, porém, diferem-se pela presença de nitrogênio (16%) junto com enxofre, P e Fe (Biesek et al.2010). O excesso de nitrogênio quando não é filtrado por completo nos rins no ciclo da ureia, dificultam a excreção da amônia, que pode trazer desconforto abdominal, cálculos renais e outros problemas.

INGESTÃO DO WHEY PROTEIN - A quantidade de proteína que é recomendada varia de acordo com o ritmo que os indivíduos se exercitam regularmente. Indivíduos sedentários devem consumir em média 0,8g/Kg. Atletas que praticam semanalmente exercícios entre 60 minutos de 5-6 vezes por semana tem uma recomendação de 1,2 – 1,4g/Kg de proteína. Quando atletas são submetidos a esforços maiores que 60 minutos pela mesma frequência de 5-6 vezes por semana já se aumenta para 1,6g/Kg a quantidade de proteína. Para quem começa um treinamento de força rigoroso a ingesta aumenta ainda mais, dessa vez 1,8g/Kg (Biesek et al.2010).

OBSERVAÇÃO - O ideal é que antes de ingerir esse suplemento você procure uma orientação de um médico ou de um nutricionista, para verificar a necessidade de suplementação ou não, bem como as condições de uso, pois como falado anteriormente, o excesso de proteína no organismo pode fazer mau."