NOVIDADES

Slackline: Saiba tudo sobre o esporte que é a cara do verão!


Quem mora no litoral já deve ter se deparado com várias pessoas caminhando sozinhas por uma corda esticada em plena a areia. Batizado de slackline, esse esporte radical, criado nos Estados Unidos, conquistou de vez o coração dos brasileiros.

A prática começou como modismo de verão há alguns anos no Rio de Janeiro, mas ganhou tantos adeptos que já tem até lugar cativo nas praias. Independente das condições do mar, se o dia está ensolarado ou nublado, nenhuma intempérie impede os atletas de praticar slackline.

Segurança é prioridade nesse esporte...
O primeiro passo para praticar slackline é arrumar um instrutor de confiança ou entrar na escolinha da praia. Por se tratar de um esporte radical, que pode ser praticado por pessoas de todas as idades (entre 5 e 80 anos), é preciso ter diversos equipamentos de segurança e realizar os movimentos de forma correta. Assim, não irá comprometer a saúde do atleta, pelo contrário: só trará benefícios.

Como surgiu o Slackline...
Caminhar com equilíbrio fora do chão e realizar manobras radicais como saltos. Esses são os objetivos dessa prática criada há mais de 30 anos. Na década de 80, praticantes de escalada do Vale de Yosemite, na Califórnia, começaram a esticar as fitas, que faziam parte do equipamento de segurança, para caminhar e se equilibrar nos acampamentos durante o tempo livre. Essa era a forma que eles encontraram de se divertir entre uma escalada e outra.


Uma corda, dois pontos e muito equilíbrio...
Comumente praticado nas areias das praias brasileiras, esse esporte não é nada simples. Confira as principais modalidades existentes:


Slackline: A arte esportiva de caminhar com equilíbrio na fita de nylon. A partir dessa modalidade básica nasceram todas as outras. É esse tipo que você costuma ver pelas praias brasileiras.



Trickline: A forma de slackline mais popular. A altura mínima da fita em relação ao solo é de 60 cm de altura. Manobras de equilíbrio extremo e saltos podem ser praticados, mas exigem ótimo preparo físico e muito treinamento prévio.



Waterline: Modalidade perfeita para o verão. O atleta pode praticar as mesmas manobras do trickline só que, em caso de quedas, a pessoa irá se refrescar no mar, piscina ou rio. Ou seja, é ideal para países tropicais como o Brasil.



Longline: Praticado por meio de fitas longas, de pelo menos 20 metros de comprimento, essa modalidade requer maior concentração, ainda mais equilíbrio, muita força nos músculos e bastante condicionamento físico.



Highline: A prática dessa modalidade ocorre a pelo menos 5 metros de altura. Recomendada apenas para quem já tem experiência nesse esporte e também em alpinismo, esse tipo de slackline requer equipamento de segurança. Além de todos esse conhecimento técnico prévio, é necessário um excelente controle emocional para ter êxito. Afinal, saber lidar bem com a ansiedade, com o medo e com a adrenalina também são pré requisitos básicos para os atletas que escolheram esse esporte radical



Yogaline: traz elementos presentes na yoga para a prática do slackline. Nela o praticante consegue, por exemplo, se equilibrar em posições parecidas com as de meditação.



Surfline: Assim como na modalidade anterior, esse esporte simula movimentos feitos pelos sufistas.

------------------------------------------------------------

Slackline: um esporte com muitos benefícios para a saúde
Atravessar, do início ao fim, de uma fita de nylon é um exercício físico que traz muitas vantagens para o corpo e para a mente do atleta. Além da sensação de bem estar, o slackline possibilita também o desenvolvimento de diversos aspectos corporais e emocionais:

Equilíbrio
Concentração
Determinação
Postura
Fortalece os músculos
Reduz o estresse
Melhor controle das emoções


O que é preciso para praticar Slackline?

Fita Slackline: Equipamento mais importante do esporte. Com 15 centímetros de comprimento, essa fita é composta de poliéster. É nela que são feitas manobras e onde os praticantes de Slackline caminham.

Fita Elo: Também fabricada em poliéster, é essa fita que permitem que a outra (Fita Slackline) fique esticada. Isso ocorre a partir de um sistema de catraca para garantir a tração da fita que o atleta faz manobras.

Protetor de catraca: Esse item é indispensável para a segurança do praticante. É ele que protege a catraca da chuva e dos efeitos do sol. Fabricado em neoprene, esse protetor evita acidentes com o equipamento.

Protetor de árvore: Não permite que haja atrito entre o ponto de ancoragem e a fita. Dessa forma prolonga o uso do equipamento de slackline. Além disso, também protege a casca das árvores (já que costumam ancorar fitas).

Back up de segurança: Outro material indispensável para a segurança do esporte. É usado para tornar a catraca mais fixa e evitar que ela atinja o praticante se houver algum problema com a fita elo. Além disso, também prende melhor o entorno da ancoragem.
Onde encontrar material para Slackline


Material de qualidade é indispensável para a segurança do esporte. No site Nerea, você encontra tudo que você precisa para praticar slackline e com o melhor preço.

Já praticou Slackline? Conte para a gente como foi essa experiência.